/ 14.6.16 / 3 Comments / , , , , ,

Acabou a escola, e agora?


As férias (escolares) chegaram.
Cá em casa temos o mini rapaz ainda na pré-escola mas as três manas já estão de papo para o ar e cheias de tempo para ocupar.
Temos o privilégio de viver numa zona fantástica perto da praia e onde a Vila é um sítio bem simpático, os grupos de miúdos encontram-se diariamente e passam tardes inteiras entre a praia e as casas uns dos outros onde mães disponíveis, avós simpáticas ou empregadas pacientes lhes preparam lanches e os deixam ver filmes na sala.
Antes desta fase mais "autónoma" lembro-me bem da necessidade que sentíamos em ter ideias para programas nos longos dias das férias.
Agora deparo-me com a dificuldade de trabalhar em casa e ter de manter um ritmo que não tem nada a ver com o espírito de férias que por aqui se instalou.


Partilho aqui uma pequena lista de sugestões, de coisas que fazíamos e algumas que ainda fazemos durante as férias escolares, são programas simples mas que tornam os dias mais divertidos e fluídos.

- Arrumar as coisas da escola e preparar o quarto para o verão: Retirar os livros escolares e substituí-los por livros de leitura e livros para colorir, fazer uma lista de pequenas coisas para comprar como lápis de cor novos, tesouras de corte, molduras para novas fotografias, fazer do quarto um lugar onde apetece mesmo estar. 

- Adeus casacos, Olá fatos de banho: Arrumar as gavetas e os armários, simplificar e manter à mão apenas o que é necessário. O Verão pede espaço e soluções práticas: Uma caixa com os chinelos e sandálias, sacos e malas de praia bem à vista, uma bolsa com os protectores solares, um pente e outros utensílios necessários, tudo organizado e com sítios próprios. Fazer com eles e ajudar a que se tornem autónomos na manutenção da organização é um ponto chave.

- Integrar os miúdos nas tarefas domésticas pode ser divertido e bastante educativo, mesmo os mais pequenos podem ajudar, estas são algumas das coisas que o BoNheko aos 3 anos já faz:
limpa os vidros e os espelhos com um borrifador com água com vinagre e papel absorvente.
trata do nosso animal doméstico, a Chiquinha, uma ratinha Siberiana: dá de comer, muda a água, ajuda a limpar a gaiola.
arruma os armários dos sapatos
estende a roupa interior no estendal pequeno e arruma as meias por pares
arruma as mercearias quando chegamos das compras
rega as plantas
ajuda a tirar a loiça da máquina.
Para as crescidas aumentamos o nível de exigência e de responsabilidade, pedir ajuda na hora de fazer a lista das compras do supermercado e as ementas é para mim muito útil 
Optamos por deixar que cada uma faça a própria gestão do seu tempo, o importante é que as coisas se façam com gosto mesmo que nem sempre sejam feitas na hora que nós gostaríamos.


- Criar um pequeno jardim de ervas aromáticas e outras, qualquer varanda pode receber uns bonitos vasos para os mais novos cuidarem, na hora de cozinhar pedir para ir buscar os seus coentros faz qualquer um sentir-se bem orgulhoso!

- Pensar com tempo num piquenique e preparar todos os pormenores: 
Fazer a lista de compras, ir ao supermercado em missão deixando que eles comandem as operações; 
Fazer sandes, bolachas, bolinhos, gelados etc, a culinária é um mundo infindável de possibilidades de ocupar e divertir as crianças; 
Fazer e enviar convites para o piquenique, pode ser um pequenino vídeo que se partilha com os amigos convidados.
Organizar jogos pensando nos participantes de várias idades.
Levar um cesto ou uma caixa para apanhar pedras, plantas e flores para depois trazer para casa, dar continuidade às actividades ajuda os miúdos a estar focados e entusiasmados com pequenas coisas.

- Pintar numa folha de cenário gigante, pode ser feito na varanda ou até na sala, limitem o espaço e deixem-nos pintar à vontade, liguem a música e divirtam-se com eles.

- Caixas de papelão e marcadores grossos, pintam por dentro e por fora, constroem uma cidade, casas para os bonecos, esconderijos, etc

- Dar um passeio por perto de casa e fotografar coisas interessantes, imprimir as fotografias e fazer as legendas: Construir um pequeno roteiro do bairro.

- Recolher pedras na praia e construir famílias ou inventar histórias com essas personagens, pintar as pedras e fazer sacos de pano para as guardar.


- Preparar uma saída, pode ser uma ida ao jardim zoológico, ao teatro ou até ao cinema. Escolher o programa, fazer um pequenos estudo sobre o que se vai ver, pesquisar na internet, conversar sobre o que se encontrou. 
Atribuir tarefas e responsabilidades aos diferentes participantes, pensar no que se quer descobrir naquela saída, preparar registos como cadernos para escrever ou máquina para fotografar. 
Dar um significado especial às coisas vai fazer com que aproveitem muito melhor as experiências por mais simples que sejam.

- Escrever postais para familiares e amigos e ir ao correio enviar.

- Assistir ao pôr do sol na praia. Apreciar e valorizar as maravilhas da natureza.

- Fazer trabalhos plásticos e montar uma exposição em casa, convidar amigos e familiares para a virem visitar. Preparar os convites e a inauguração da exposição. Deixá-los apresentar cada "obra" numa visita guiada à exposição.

- Lavar o carro, deixar que se molhem todos e se divirtam com a espuma e com a água.

- Criar o hábito da hora da leitura, pode ser quando os irmãos mais novos dormem a sesta ou quando está demasiado calor para ir brincar para a rua. Pegar cada um no seu livro e partilhar o silêncio da sala ou do jardim.


Para quem trabalha em casa este período de férias dos filhos é especialmente complicado, criar algumas rotinas e regras pode ajudar a que esta co-existência seja mais pacifica. 
Ainda sou bastante inexperiente nesta realidade mas estas são algumas das minhas "estratégias" de sobrevivência.

- Partilhar a mesa de trabalho mas combinar períodos de silêncio; Actividades como o desenho ou os livros de colorir são bons aliados nestes momentos.

- Parar regularmente, desligar tudo durante 30 minutos e dedicar a atenção total à ou às crianças, desta forma eles aguentam melhor os períodos em que a mãe não está disponível.

- Não criar metas inalcançáveis para os nossos dias ajuda a não entrar em estado de frustração e cansaço.

- Aproveitar períodos como as sestas ou a noite para as tarefas que exijam mais concentração.

- Ser gentil consigo próprio e com os outros, as crianças apreendem com facilidade os nossos hábitos e o nosso registo de comunicação, tentar ser objectivo e firme em algumas situações que assim exijam mas ser tolerante e simpático na maioria do tempo, são bons exemplos para os nossos miúdos.

- Se possível combinar programas com outras mães ou pais na mesma situação alternando tardes e manhãs em ambas as casas. Acompanhados entretêm-se muito mais, diversificam os cenários e todos ganhamos umas boas horas de silêncio e tranquilidade.

- Ligar a televisão apenas quando se vai realmente ver. Uma televisão constantemente ligada só cria ruído e deixa de ter o efeito de entretenimento que deve ter, habituar as crianças a desligar quando não pretendem ver mais é um bom hábito.

- Planear, organizar, pensar de avanço! Estas três regras são para mim de ouro, mesmo que depois tenha de improvisar e alterar tudo sinto-me bem mais tranquila quando sei o que tenho de fazer e quando preparei alternativas para os miúdos ocuparem o tempo enquanto eu trabalho.

E acima de tudo: Boas férias aos nossos filhos!

Fotografias Pau Storch
Share This Post :
Tags : , , , , ,

3 comentários:

  1. ora boa!!! Cá por casa é só o rapazola com 3 anos, mas sempre que o vou buscar à pré-escola, ja tenho as coisas preparadas para estarmos tempo util e bem passado em casa!
    Como também estou a trabalhar em casa, acho que nunca é demais ler estas boas ideias!!
    Obrigada e beijinhos desta costa alentejana, de Xana para Xana :)

    ResponderEliminar

Sobre Nós

Apresentação

O meu nome é Alexandra, vivo com o meu namorado de sempre e juntos temos quatro filhos. Nheko é um espaço de partilha sobre a vida em família - a nossa e outras - e de divulgação de pessoas que fazem coisas realmente inspiradoras. Sejam bem-vindos.

A nossa loja

@nheko_

Seguir por e-mail

Pesquisar